quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Porque não casar




Amiga casada: estive pensando em você!
Messalina: é mesmo?
Amiga casada: pensei que não poderei me apaixonar mais!
Messalina: e onde eu entro nesta história?
Amiga casada: você não quer casar e vai sempre estar apaixonada, conhecendo pessoas, transando...
Messalina: e?
Amiga casada: acho que estou com inveja.
Messalina: separa.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Blowtex pra alérgic@s ao látex




Recomendo esta camisinha para todo mundo!
Não só pra quem tem alergia ao látex. É um pouco mais caro que as camisinhas de látex, mas vale a pena experimentar!
Não achei pra comprar, na verdade, não procurei muito!
Comprei pelo site: site da compra por R$4,90 + frete no varejo.
O site está com uma promoção: "ganhe preservativos especiais grátis na compra de produtos blowtex"!

Outra camisinha que recomendo é a Blowtex SUPER extra fina à venda no mesmo site. Compensa conversar com @s amig@s e comprar no atacado pelo site, sai mais barato e ainda vem umas camisinhas de brinde! O valor desta é R$4,75 + frete no varejo. No atacado, 12 pacotes com 3 preservativos cada, R$46,20.





Como nunca vi alguém reclamar que tem muita camisinha... vai lá, seja uma/um BOA/BOM amig@, compre e dê de presente!!!!


Pra conhecer mais: Site da blowtex

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

homem parasita

terapeuta: o que você sente por ela?
ele: ela é afetuosa, carinhosa, me sinto seguro do lado dela...
terapeuta: e o sexo?
ele: não fizemos sexo ainda!
terapeuta: por que?
ele: ela me completa com outras coisas... não sinto necessidade!
terapeuta: você conhece alguma relação amorosa sem sexo?
ele: ...
terapeuta: você já teve algum relacionamento amoroso sem sexo?
ele: NÃO!
terapeuta: por que está com ela?
ele: JÁ DISSE! ela me transmite segurança, me faz sentir melhor do que já sou, me encoraja, me dá carinho, amor e é EXTREMAMENTE compreensível!
terapeuta: me parece estar descrevendo uma relação entre mãe e filho...
ele: ?!?!?!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Freud explica

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

PORQUE É ISSO QUE EU QUERO!

EU NÃO AGUENTO MAIS!!!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

31 de julho: dia do orgasmo







Pois é. Existe o dia do orgasmo. Li a matéria sobre este dia no Correio Brasiliense. E reparei os comentários sobre a matéria:

"1 Autor: F
Faca me o favor. Isso e' pura idiotice. Convoquem o dia das fezes e da urina tambem

2 Autor:
Hoje em dia, com tantas informações de fácil acesso sobre sexo, posição etc. um bom diálogo pra entender o que mulher precisa já resolveria bastante.

3 Autor:
é isso ai...os homens precisam ser mais compreensíveis e sensíveis.

4 Autor:
Se todos fossem no mundo iguais a vc...

5 Autor:
Muito bem lembrado, autor 4.

6 Autor:
Vale ressaltar que tem é muito homem incompetente que pensa apenas em si mesmo e não consegue fazer a parceira chegar ao orgasmo."

Depois de ler todos eles... comecei a me lembrar de uma conversa que tive com uma amiga há uns 15 dias, quando ela me perguntava sobre orgasmo clitoriano. Ela, 25 anos, namora há 6 anos e não sabia o que era o tal orgasmo clitoriano. Senti medo. Não queria, mas tive que perguntar como era o sexo, o que afinal de contas eles faziam. Descobri que nem todo mundo faz sexo oral, nem todo mundo se masturba ou masturba o outro, descobri que nem todo mundo sabe o que é ter um orgasmo, seja clitoriano ou não. Comecei a me recordar que há alguns meses, um amigo comentou que um mocinho de 28 anos disse que "descobriu" um "ossinho" nas mulheres que quando ele tocava nesse tal "ossinho" elas ficavam loucas... OSSINHO?!?!?!? Este amigo que ouviu isso, não sabia se ria ou chorava, afinal de contas não se tratava de um adolescente que acabou de começar a namorar, né?!
Enfim... aprendi onde era o clitóris nas aulas de Educação Sexual que tive aos 11 anos e, também, me recordo de aprender nas aulas de Ciências no Ensino Fundamental sobre o aparelho reprodutor masculino e feminino coisas básicas como, grandes lábios, pequenos lábios, clitóris, vagina, vulva, (até o ponto G me lembro de ter aprendido na escola!), glande escroto, testículo, canal deferente, próstata, pênis... Mas, compreendo que nem todo mundo teve aulas de Ciências como eu tive e nem aulas de Educação Sexual como eu tive. Não sou expert em sexo, mas tem coisas que são básicas. B-Á-S-I-C-A-S leia-se CONHECER O PRÓPRIO CORPO E EXPERIMENTÁ-LO!

domingo, 20 de junho de 2010

LAERTE: homens

terça-feira, 8 de junho de 2010

CNBB x CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA



Teremos mesmo que recorrer à Lei.
Desde que foi criada a Lei contra crimes étnico/raciais no BRA, as atitudes racistas diminuiram ou pelo menos se pensa ("posso ser processado!")antes de agir. Os olhares continuam dizendo aquilo que a boca não pode dizer, mas há uma Lei pra punir aqueles que desejam expressar tais preconceitos e discriminações. Uma Lei que "oferece" ao cidadão brasileiro de 1 a 5 anos de reclusão, nos casos de crimes étnico/raciais. (LEI 7716/1989 - alterações: LEI 8081 - 21/09/1990: ALTERA (INCLUI NOVO ART. 20; E RENUMERA OS ARTS 20 E 21 PARA ARTS. 21 E 22); LEI 8882 - 03/06/1994: ACRESCENTA PAR. 1 AO ART. 20; LEI 9459 - 13/05/1997: ALTERA ARTS. 1 E 20.

No caso dos cidadãos LGBT, um problema, a Lei não os inclui, isto dá margem pra que eu, na condição de cidadã heterossexual, possa demonstrar gestos de carinho e afeto ao meu parceiro, mas se eu for homossexual, lésbica, travesti ou transexual... ahhhh! no espaço público, NÃO! Só posso fazer isto no espaço privado. Por que?!?!? Oras, que pergunta! Porque ofendo os olhos d@s heterozinh@s ao meu redor. Porque é sem-vergonhice! Porque não pago impostos como @s heterozinh@s e nem os 10% do garçom que me atendeu no restaurante! Porque não farei uso do meu aparelho reprodutor, conforme Deus quis!
Nenhuma resposta safisfaz minha condição humana, cidadã, racional, emotiva, e LGBT!
E se alguém me agredir verbalmente ou fisicamente porque sou lésbica, gay, travesti ou transexual?!?!?! Devo me calar e silenciar tal crime, porque sou uma "anormal", porque não faço parte da maioria?!?!?
Complexo, mui complexo não fazer parte da maioria.

Porque a falácia faz parte de nossas vidas e não nos deixam esquece-la

Um exemplo de falácia!






Texto extraído do BLOG do PC, HERESIA HEREDITÁRIA.

domingo, 9 de maio de 2010
Comentários Faláciosos

Como pode, ainda, numa sociedade como essa, conde a informação é direito de tod@s, etc e tal, veicular esse tipo de situação???? Ninguém questiona, por exemplo, um político corrupto ter uma prole que, como se sabe, irá seguir os passos do pai, ou mãe. Então, uma mãe soropositiva deve ter o direito de ser mãe repudiado????? Falta conhecimento, informação e boa vontade para se falar sobre esse, ou qualquer assunto. Mai suma vez tem-se a figura do jornalista como determinante na opinião alheia, pois é mais fácil reproduzir o que se ouve do que buscar uma resposta por si.

No dia das mães, e falo enquanto mãe social, e não biológica (madrinhas, avós, tutores, pais, etc) é de fu*** saber que ainda estamos num regime onde se separa 'o jôio do trigo', mas o critério é tão limitado, subjetivo, cristão, heteronormativo, etc e tal que, na boa, a bomba H parece ser a melhor solução pra darmos um re-start no mundo. AFFFFFFF

Leia a situação abaixo:


http://www.agenciaaids.com.br/site/noticia.asp?id=14688
08/05/2010 - 15h

O jornalista Alexandre Garcia, do Bom Dia Brasil na TV Globo, disse que é “uma maluquice” uma pessoa com HIV engravidar. A declaração foi ao ar nesta última sexta, 7 de maio, na rádio CBN. Ativistas de luta contra a aids repudiam o comentário e dizem que é “inconcebível” uma afirmação como essa depois de 25 anos de história da epidemia.

“O Ministério da Saúde (MS) está estimulando agora pessoa com HIV a engravidar. Eu duvido que o MS vá fazer uma cesária pela terceira vez numa mulher com HIV e se respingar sangue nele para ver o que vai acontecer. É uma maluquice, estão fazendo brincandeira com a saúde...", disse Garcia (confira na íntegra o áudio).

Os militantes do movimento de luta contra a aids protestam contra a declaração do comentarista. “É inconcebível observar como se aborda questões do HIV/Aids de forma preconceituosa, sem qualquer rigor científico, o que só favorece o aumento da discriminação às pessoas vivendo com HIV/aids”, critica Betinho, membro do Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo.

Os ativistas discordam da declaração porque os atuais métodos de tratamento existentes contra o HIV podem garantir até 99% de chances de não transmissão do vírus para o bebê.

“Você fez um desserviço à profissão de jornalista e, pior, expressou uma visão anticientífica e infundada, que incentiva condutas discriminatórias e leva informações errôneas à população em geral”, diz o presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), Toni Reis, em carta aberta.

As declarações de Garcia foram ao ar na CBN quando o jornalista criticou também o programa de parto humanizado do Ministério da Saúde.

Nesta última semana, o governo divulgou que estuda desenvolver um plano para ajudar soropositivos a ter filhos e o fato ganhou grande destaque na mídia.

Mas, esta não é a primeira vez que o comentarista diz ser contra a gravidez em mulheres portadoras do HIV. Em 2008, opinou na TV Globo que “quem antes de uma gravidez se identificar como portadora do HIV, melhor que não engravide” -

EU, num momento romântico

"Viver é a coisa mais rara do mundo.
A maioria das pessoas apenas existe."
(Oscar Wilde)

sábado, 5 de junho de 2010

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Badulaque: esquenta... esfria... refresca... calafrios...



O Boticário preparou coisinhas bacaninhas pro dia dos namorados... o que mais gostei foi o KIT HOT AND COLD. No kit vem um óleo quente de cacau com cereja (60 ml), maravilhoso, e um gel gelado de menta (60g), ambos pra uma massagenzinha. Pra apimentar a massagem é só assoprar... a sensação é indescritível! E o valor nem é tão absurdo: R$34,90 no site do O Boticário.



PRA VER OS OUTROS PRODUTOS: CLIQUE AQUI!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

É preciso desenhar pra ELES entenderem! rs

Copiado e colado do site da Blowtex

Regras de etiqueta para Surubex

Este post é dedicado aos e as coleguinhas que querem praticar uma suruba... mas serve pro mènage à trois também!

HAVE FUN!


Programa Tabu-NETGEO: Mutação sexual

Comentaram comigo sobre este programa, achei! Aqui está!

"Somos Irmãos e como Irmãos devemos aprender a conviver, e um Irmão não se impõe sobre o outro, jamais!" Francisco Herrera, sacerdote de Juchitan, México.








MAIS NO YOUTUBE.COM!

Identidade de Gênero e Sexualidade

Assisti este vídeo e esqueci de postar! Achei ele de novo e aqui está!
É bom pra quem estiver iniciando o assunto. Tem algumas definições...
Pode ser usado em sala de aula também, conforme aparecem as frases é possível propor discussões num crescente até a última frase colocada no vídeo (de Freud).


Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos 2010



A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura, em parceria com o Ministério da Educação e a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, com o patrocínio e a execução da Fundação SM, abrem as inscrições para a 2ª edição do Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos, que apresenta uma importante novidade: uma categoria para instituições de educação não formal.

Agora, ONGs, entidades civis, instituições sociais, empresas públicas e privadas e setores de educação e cultura também poderão participar. Serão 100 mil reais em prêmios para as instituições vencedoras darem continuidade a trabalhos que já vem sendo realizados!

Fique atento: O prazo para as inscrições é de 1º de março até 2 de julho de 2010!

MAIS INFORMAÇÕES, CLIQUE AQUI!

terça-feira, 1 de junho de 2010

I SEMINÁRIO VIOLAR - Campinas


Apresentação
"Problematizando as Juventudes na Contemporaneidade"
é o tema do I Seminário VIOLAR, que se propõe a reunir profissionais envolvidos com o campo de pesquisa das juventudes e suas múltiplas formas de manifestação e produção de sentidos, contribuindo na criação de uma nova rede de investigação que possa promover uma necessária cooperação acadêmica entre Universidades e pesquisadores, bem como implementar esse campo de pesquisa na temática da juventude na Faculdade de Educação da UNICAMP.

O objetivo do evento é buscar meios de articular pesquisas em torno das várias questões que abrangem o mundo juvenil, entre elas, as violências e as alternativas de resistências encontradas pelos jovens que produzem outros processos de subjetivação, em busca da autonomia, da liberdade e de condições de vida mais humanas. Ao aglutinar pesquisadores(as) de diferentes áreas que se debruçam sobre o tema é possível dar maior visibilidade à produção já existente e o levantamento de novas questões a serem pesquisadas, contribuindo como apoio ou contra-ponto às políticas públicas existentes e para as ações sociais voltadas ao público juvenil.

Este seminário se inscreve dentro de um contexto atual, no qual as juventudes têm sido uma preocupação corrente que tem mobilizado governos e a sociedade civil em seus diferentes níveis. Tal atenção se deve, sobretudo pelas condições de vida destes(as) jovens brasileiros(as) e que aumentam a vulnerabilidade a qual estão submetidos(as), como as condições de pobreza, a baixa escolaridade e as mortes por homicídio, revelando em recentes pesquisas que a taxa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos passaram da média anual de 24,8 mil entre 1999-2001 para 27,2 mil entre 2004-2006, número que consiste em 37,5% de todas as mortes juvenis neste período[1].

As questões juvenis que serão debatidas e articuladas no evento são traduzidas pelos seus eixos temáticos: Juventudes e Educação - Juventudes e Trabalho – Juventudes e Cultura - Juventudes e Violências e Juventudes, Sexualidade e Saúde.

O I Seminário VIOLAR, sendo uma iniciativa do VIOLAR (Laboratório de Estudos sobre Violência, Imaginário e Juventude) do Programa de Pós Graduação da Faculdade de Educação da Unicamp, em parceria com a Faculdade de Educação da Universidade Estadual da Bahia e com a Universidade Estadual do Oeste do Paraná, pretende posteriormente produzir materiais de pesquisa e realizar o intercâmbio entre Universidades e Instituições de Pesquisa que priorizem a temática da juventude em seus diferentes percursos.

O I Seminário VIOLAR: Problematizando as Juventudes na Contemporaneidade ocorrerá nos dias 11, 12 e 13 de agosto de 2010, na Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, em Campinas, São Paulo. O evento será organizado em cinco grandes eixos que reunirão os(as) pesquisadores(as) inscritos para apresentação e debate de suas pesquisas.




Inscrições


Cronograma

Até 20/07/10 - Inscrição de ouvintes (sem apresentação de trabalho).

Até 21/06/2010 - Inscrição de apresentadores de trabalho (envio de resumo - pôster, vídeo ou comunicação oral);

06/07/2010 - Divulgação dos trabalhos selecionados.

Até 20/07/2010 - Envio do texto completo (apenas para comunicações orais) para publicação nos Anais Eletrônicos do Evento.


Investimento:

Categoria Valores em R$
Estudantes 30,00
Outros 50,00

- O pagamento das inscrições será feito somente via boleto bancário, emitido automaticamente após o preenchimento online da ficha de inscrição.

- Os inscritos receberão certificados de Apresentação de Trabalho ou de Ouvinte com carga horária total de 24 horas. Para tanto, será necessária a freqüência em no mínimo 75% das atividades do evento.

- O evento está aberto para a assistência do público em geral. As taxas cobradas são para aqueles que desejam apresentar trabalhos ou obter certificado.

- Os certificados de apresentação de trabalhos serão emitidos para os autores dos trabalhos aceitos devidamente inscritos no evento e presentes no momento da apresentação.


SITE DO EVENTO:
http://www.fe.unicamp.br/semviolar/inicio.html

domingo, 30 de maio de 2010

Projeto taraproject.org

Uma animação do Projeto Tara pela educação das mulheres.
Pequenas ações por um futuro melhor!


segunda-feira, 24 de maio de 2010

Um tempo...

Sem internet e sem tempo pras postagens... mas as coisas continuam acontecendo!

Ontem vi uma reportagem no Fantástico - programa de Rede Globo - sobre a escola jovem LGBT, em Campinas e pasmem! Inseriram na reportagem a primeira travesti, Luma Andrade, a cursar o doutorado no Brasil.

Vencendo barreiras esta tal rede Globo, hein?!?!?

sábado, 24 de abril de 2010

Livro de Educação Sexual causa polêmica




Texto extraído de Diário de Pernambuco, autora Mirella Marques.


"Livro sobre sexualidade gera polêmica

Na terra em que refrões como "toma pirraia" e "chupa que é de uva" fazem sucesso, falar sobre sexo, quem diria, ainda é um tabu. Prova disso é a polêmica causada pela adoção do livro paradidático "Mamãe, como eu nasci?" neste ano pela rede municipal do Recife. A obra, escrita há 18 anos pelo educador Marcos Ribeiro, foi motivo de protesto de pais e responsávels por alunos de escolas da Zona Norte do Recife. Eles se queixaram das ilustrações do livro, voltado para crianças de 7 a 10 anos de idade. As páginas, que entre outras coisas mostram um menino e uma menina se masturbando, deixaram até professoras de cabelo em pé. O paradidático faz parte do kit escolar dos estudantes do 4º e do 5º ano da rede, com idades entre 8 e 10 anos. O material foi distribuído na semana passada a 25 mil alunos de 208 escolas municipais. A Prefeitura do Recife marcou uma reunião na próxima semana para definir como a obra será trabalhada a partir de agora."



Eu realmente tento entender.
As crianças querem saber sobre sexo. Ninguém na família quer explicar. Querem que escola explique. Quando a escola se coloca pra explicar. Reclamam!
Trabalhei com ensino fundamental por uma ano e meio e percebi neles a vontade de saber sobre questões ligadas ao sexo, relação sexual, prazer, fecundação, gravidez, desenvolvimento do bebê e parto. Me recordo de meninas de 8 e 9 anos se trancando no banheiro pra ver como era uma camisinha. Uma delas tinha encontrado na gaveta do pai, pegou uma das camisinhas e levou pra escola pra mostrar pras coleguinhas. Os meninos de 9 e 10 anos vendo vídeos pornográficos no celular, depois do intervalo. De onde conseguiram tais vídeos? Do computador do pai.
Ah!!! Quanta hipocrisia.
Eu tive educação sexual aos 10 anos, nem por isso transei aos 12. E nem fiquei grávida aos 15. Agradeço à prof. LILIAN CRISTINA BUZATO RITTER, pelas aulinhas depois da aula. Foram de grande valia.
As crianças querem entender, conhecer. Elas não querem fazer, mas saber. Penso que quando sabemos ou conhecemos, quando explicam por A mais B o que são e como são as coisas, não temos tanta necessidade de conhecer por meio da prática, especialmente quando somos crianças.

LEIA MAIS!

Apologia à homofobia entre estudantes de Farmácia-USP



Alguns acadêmicos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (FCF-USP), faculdade de Farmácia da USP, publicaram em seu periódico chamado de "O parasita" um texto onde fazem apologia à homofobia. O texto diz claramente que aqueles que jogarem fezes em gays, ganharão convites para uma festa brega.

A Defensoria Pública do Estado de São Paulo irá denunciar tal periódico, "O Parasita", à Comissão Processante Especial da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo. Os responsáveis pelo jornal semestral "Parasita" devem responder legalmente pela publicação sob pena de crime de injúria e incitação à violência ódio.
O que talvez os editores do periódico não soubessem é que desde 05 de novembro de 2001, o Estado de São Paulo tem um lei contra a homofobia, a Lei 10.948.

O que estes estudantes têm na cabeça?
Espero que sejam estéreis! Porque se reproduzir nestas condições mentais será desnecessário pra humanidade, né?!
Se bem que com esse nome pra um periódico universitário, realmente não irá muito longe! Afinal, parasitas são organismos que vivem em associação com outros aos quais retiram os meios para a sua sobrevivência, normalmente prejudicando o organismo hospedeiro, um processo conhecido por parasitismo.


LEIA MAIS!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Hoje. Bukowski.



"Sentia-me contente por não estar apaixonado, por não estar contente com o mundo.
Gosto de estar em desacordo com tudo.
As pessoas apaixonadas tornam-se muitas vezes susceptíveis, perigosas.
Perdem o sentido da realidade.
Perdem o sentido de humor.
Tornam-se nervosas,psicóticas, chatas.
Tornam-se, mesmo, assassinas."

Charles Bukowski

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Assim num dá pra viver, Senhor Ratzinger!

Tive que linkar aqui, o post da Marta, a Bellini!
"BOM dimais esse poust!"


Imagem: foto da escultura de Ron Muik

O Papa atual (putz, esqueci-me de seu nome, sorry) também teve seu dia de Lula. Deu bom dia a cavalo. Afirmar que pedofilia tem a ver com homossexualismo é, no mínimo, homofobia. Sempre pensei que homens públicos teriam que ser mais intelectuais, menos senso comum. Taí, o universo do senso comum pertecem a todos os humanos. Primeiro tenho que ler notícias do Vaticano dizendo que a máquina de lavar é uma invenção melhor do que pílula anticoncepcional (tá certo transar com máquina de lavar roupa não engravida ninguém), mas daí a deixar a homofobia em pauta... é demais!

domingo, 4 de abril de 2010

Por que falhamos, excluímos e marginalizamos?!?!?



Participei na semana do dia 22 de Março de um curso sobre Gênero e Diversidade Sexual na Escola com professores da rede pública do Estado do Paraná.
Entendi porque a Escola ainda exclui, marginaliza e ofende o público LGBT.
Os professores ainda não entenderam o que significa ser professor.
Ainda não entendem o que significa "ESTADO LAICO".
Não entendem o que é preconceito e discriminação.
Na verdade, os professores brancos, heterosexuais, classe média, empregados são a "maioria incompreendida"! Incompreendida por negros, mulheres, lésbicas, gays, travestis, transexuais, por adeptos das religiões de matriz africana, enfim todas as minorias que ainda continuam tentando fazer parte do processo educacional, que dizem ser pra TODOS.
Talvez a maioria incompreendida deva fazer o curso de Jane Elliot. Quem sabe assim os professores entendam de uma vez por todas o que é ser minoria, não poder se expressar e ainda ser humilhado, ofendido e excluído.







Pulseiras são pulseiras!




A modinha era as "pulseiras do sexo".
Agora não é mais!
Estão proibidas!

Em breve novas proibições!
Aguardem!!!

segunda-feira, 8 de março de 2010

8 de Março: reflitam, mulheres!



Pergunta: Quais direitos trabalhistas as mulheres obtiveram depois da morte das 130 operárias numa fábrica dos EUA (the american way of life?!?!?) no dia 08 de Março de 1857?
Muit@s responderão: "VÁRIOS! licensa maternidade de 6 meses, jornada de trabalho reduzida para 8 horas,... ".

Só se esquecem de dizer que as mulheres não deixaram de ser mães, esposas, motorista dos filhos, donas de casa. Ah! também não deixaram de ser chacoteadas quando se envolvem em acidentes de trânsito; não deixaram de ser espancadas pelos maridos bêbados; não deixaram de ter uma jornada de trabalho de 16 horas (visto que anexam atividades além do trabalho remunerado), não deixaram de boicotar as colegas, MULHERES.

Além do trabalho, a vida sexual das mulheres não pára de ser observada pelas colegas e pelos homens. Eles ofendem elas (veja o que diz o dicionário informal e perceba o que a maioria dos homens postaram para o significado de "vagabunda".. Elas ofendem elas. Umas chamam as outras de "biscate" ou "vagabunda"*, querendo dizer apenas que estas são felizes e fazem sexo** com quem querem e quando querem. Não importa se todo dia com um homem diferente, se hoje com um e na semana que vem com outro, se todo dia com o mesmo homem, sem cobrar um centavo por isso.

Pensem mulheres, alguém morreu por esse direito, tenha certeza disso.
Seja livre das amarras da sociedade moralmente cristã e vá ser feliz!
Conheça o corpo que você tem há uma década e meia ou duas ou três ou 8 décadas!
Não finja orgasmos!
Não passe vontades e desejos quando se tratar de sexo!
Não reprima seus instintos naturais com medo da sua colega I-N-V-E-J-O-S-A.
Pare de falar das colegas e comece a ter uma vida mais interessante!
Não boicote ou sabote sua colega, mulher!


E pra terminar: PARE DE FALAR DA VIDA SEXUAL DA SUA COLEGA FELIZ QUE FAZ SEXO QUANDO QUER, COM QUEM QUER E COM CAMISINHA!!!


*Biscate e vagabunda pra algumas mulheres é o sinônimo de promiscuidade. Biscate pra elas não significa alguém que faz "bicos" ou tem um trabalho informal pra ganhar dinheiro. E vagabunda não significa aquela pessoa que não tem ocupação ou trabalho.
** Se preferir troque a expressão "fazer sexo" por "fazer amor", ok?

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Escolha o seu!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

USE CAMISINHA!

Gostei muito dessa propaganda!
Sutil, sensível e responsável! Adorei!
Por um carnaval mais divertido, use camisinha!
Pra saber mais sobre a campanha, clique aqui!

Veja você o que acha!


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Ao General Raymundo Nonato, um pouco de Banksy



General Raymundo Nonato: "Tropa não obedece indivíduos desse tipo (homossexual)"



Quer ver mais Banksy?!?! CLIQUE AQUI!

domingo, 7 de fevereiro de 2010

NaNa e ELE: existia, agora não existe mais!



eLe: ... você sabia que o tal ponto G não existe?!
NaNa: o que?!?!?
eLe: sim, tem um doutor aí dizendo que é mito!
NaNa: quem?!?!?
eLe: ...e tem cientistas britânicos que também estão dizendo que é mito!
NaNa: ahhhhh... de novo!?!?!
eLe: é o que os cientistas dizem!
NaNa: "Não quero estigmatizar, mas acho que os protestantes, liberais e anglo-saxões são muito pragmáticos. Para eles, tudo precisa ter uma causa, um gene. É totalitário demais." Odile Buisson, ginecologista francês.
eLe: ...

domingo, 17 de janeiro de 2010

NAna e Mes salina:

Nana: Odeio o feminismo!
Messalina: ahn?
Nana: Agora, nós temos que trabalhar, pagar contas em restaurante, ser boas mães e ótimas amantes...
Messalina: O trabalho dignifica o homem. As contas faz parte do processo de sobrevivência. ser ótimas amantes... ai temos problemas...
Nana: como?!?!?!?
Messalina: Como seremos ótimas amantes se não temos corpos à nossa disposição pra testar os sexos?!?!?!?
Nana: ...agggghh liberação sexual que nunca aconteceu!

Nana e Gringo Bebado

GRingo Bêbado: ...voce é gostosona!
Nana: ...
GRingo Bêbado: ahnnn! não responder nada?!?!?
Nana: ...
GRingo Bêbado: você é feia!
Nana: ! (quem ensinou esse gringo a falar português?!?!?!)

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Férias...

Estou de férias geral, por isso nada de novos posts há mais de um mês! rs
Assim que retornar para o continente, pois estou na Ilha de Florianópolis, volto a escrever... as anotações dessas férias renderão ótimos posts. Acreditem!

Maravilhas pra todos!